Pular para o conteúdo principal

Os polos magnéticos da Terra podem se inverter logo, e estamos totalmente despreparados

A Terra é rodeada por um campo magnético, uma espécie de força invisível que protege a vida da radiação solar nociva, desviando partículas carregadas.

No entanto, longe de ser constante, este campo está em constante mudança. A história do nosso planeta inclui pelo menos várias centenas de inversões magnéticas globais, nas quais os polos magnéticos norte e sul trocaram de lugar.

O que é a inversão

Durante uma inversão, o campo magnético assume uma forma mais fraca e mais complexa. Pode cair para 10% da sua força atual e ter ambos os polos magnéticos no equador, ou mesmo a existência simultânea de múltiplos polos magnéticos “norte” e “sul”.

As inversões geomagnéticas ocorrem algumas vezes a cada um milhão de anos, em média. Porém, o intervalo entre as inversões é muito irregular e pode variar até dezenas de milhões de anos.

Também pode haver inversões temporárias e incompletas, conhecidas como eventos, nas quais os polos magnéticos se afastam dos polos geográficos – talvez até mesmo cruzando o equador – para em seguida retornar aos seus locais originais.

A última inversão total, a inversão de Brunhes-Matuyama, ocorreu cerca de 780.000 anos atrás.

Riscos

A última inversão temporária, o evento Laschamp, ocorreu há cerca de 41 mil anos. Durou menos de 1.000 anos, sendo que a mudança real da polaridade durou cerca de 250 anos.

A alteração no campo magnético durante uma inversão enfraquece seu efeito de blindagem da Terra, permitindo níveis elevados de radiação sobre e acima da superfície do planeta.

Se isso acontecesse hoje, o aumento de partículas carregadas chegando à Terra resultaria em riscos maiores para satélites, aviação e infraestrutura elétrica terrestre.

Experiência passada

As tempestades geomagnéticas, impulsionadas pela interação de erupções anormalmente grandes de energia solar com nosso campo magnético, nos dão uma noção do que podemos esperar com um escudo magnético enfraquecido.

Em 2003, a chamada Halloween Storm causou apagões na rede de eletricidade da Suécia, exigiu o reencaminhamento de voos e perturbou satélites e sistemas de comunicação.

Mas essa tempestade foi menor em comparação com outras do passado recente, como o evento Carrington de 1859, que causou auroras tão ao sul quanto no Caribe.

O impacto de uma grande tempestade na infraestrutura eletrônica de hoje não é totalmente conhecido. No entanto, qualquer tempo gasto sem eletricidade, aquecimento, ar condicionado, GPS ou internet teria um grande impacto no planeta, com apagões generalizados podendo resultar em uma interrupção econômica de dezenas de bilhões de dólares por dia.

O que acontece com as pessoas?

Em termos de vida na Terra e o impacto direto de uma inversão em nossa espécie, não podemos prever definitivamente o que acontecerá, uma vez que seres humanos modernos (Homo sapiens) não existiam no momento da última inversão total.

Vários estudos têm tentado ligar inversões passadas com extinções em massa, sugerindo que episódios de vulcanismo estendido poderiam ser impulsionados por uma causa comum.

Sabemos que muitas espécies animais têm alguma forma de magnetorecepção que lhes permite sentir o campo magnético da Terra, usando isso para auxiliar na navegação de longa distância durante a migração. Mas não está claro que impacto uma inversão total poderia ter sobre essas espécies.

O que está claro é que os primeiros humanos conseguiram sobreviver ao evento Laschamp e a própria vida sobreviveu às centenas de inversões completas evidenciadas no registro geológico.

Podemos prever inversões geomagnéticas?

Uma inversão total dos polos magnéticos está “próxima”. O fato de que o campo da Terra está atualmente diminuindo a uma taxa de 5% por século levou a sugestões de que o campo pode se inverter nos próximos 2.000 anos.

Mas fixar uma data exata – pelo menos por enquanto – é difícil.

O campo magnético da Terra é gerado dentro do núcleo líquido do nosso planeta, pelo lento agitar do ferro fundido. Como a atmosfera e os oceanos, a maneira como ele se move é governada pelas leis da física.

Devemos, portanto, ser capazes de prever a inversão através do rastreamento deste movimento, assim como podemos prever o clima, olhando para a atmosfera e o oceano.
Dificuldades

As dificuldades de prever o tempo além de alguns dias são amplamente conhecidas, apesar de vivermos dentro da a atmosfera, observando-a diretamente.

Logo, a previsão de movimentos no núcleo da Terra é ainda mais complicada, principalmente porque ele está abaixo de 3.000 quilômetros de rocha.

Apesar disso, não estamos completamente cegos: sabemos a composição principal do material dentro do núcleo e que ele é líquido. Uma rede global de observatórios e satélites em órbita também está medindo como o campo magnético está mudando.

Isso, combinado com simulações numéricas e experiências de laboratório para estudar a dinâmica de fluidos do interior do planeta, está desenvolvendo nosso entendimento a uma taxa rápida. Quem sabe tenhamos uma melhor ideia do que esperar em breve.

Fonte: ScienceAlert

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nassim Haramein

Nassim Haramein é um físico nascido na Suíça que dedicou toda a sua vida em pesquisas e pensamentos no campo da física quântica e teorias sobre o hiperespaço, espaço de uma maneira não muito convencional mas profundamente esclarecedora, trazendo novas e corajosas discussões e revelações nesse campo e relacionando-as à nossa realidade, à nossa existência e ao conhecimento das civilizações antigas.
No ano de 2004 Nassim Haramein deu uma palestra de 5 horas que foi gravada em vídeo e colocada no youtube, onde ele aborda diversos temas e suas teorias a respeito deles. Na palestra, Nassim fala sobre a estrutura do vácuo e sua composição geométrica sua importância no universo, a singularidade de cada indíviduo / átomo / corpos celestes, buracos negros e as dimensões do universo, o estranho aumento de atividade Solar a partir do ano 2000, explicações sobre crop cricles (círculos em plantações) , ovnis, pirâmides ao redor do mundo, explicações sobre civilizações antigas, Móises,  Jesus, a Bíbl…

Filha secreta da princesa Diana? O misterioso caso de Sarah

Esse é mais um mistério bombástico da família real britânica. Dessa vez surgiu uma mulher, incrivelmente parecida com a princesa Diana, afirmando ser filha dela com o príncipe Charles. Tudo teria acontecido antes mesmo do casamento deles, segundo o tabloide norte-americano 'Globe'.



Se isso for mesmo verdade, essa suposta filha, sendo a mais velha, estaria à frente do príncipe William, e seria a segunda pessoa na sucessão do trono britânico, só atrás do próprio pai, o príncipe Charles.


De acordo com a revista, Charles e sua esposa Camilla Parker-Bowles, conheceram Sarah pessoalmente durante uma viagem aos EUA, e sua semelhança física com a princesa Diana era impressionante.

Porém o encontro não acabou bem, e o príncipe teria tratado mal a jovem, acusando-a de interesseira. Ela estaria disposta a fazer um exame de DNA, mas o príncipe teria se negado.


Tudo isso teria ocorrido durante um encontro, gravado por uma câmera de segurança, onde ela teria dito ao príncipe de Gales: "Eu …

O Mundo Segundo a Monsanto

O Documentário é baseado no livro de mesmo título da consagrada jornalista francesa Marie Monique Robin. Marie nasceu em 1960, na cidade de Poitou Charentes, é jornalista ganhadora de premiações por causa de seus trabalhos. Aqui ela retoma a trajetória da empresa sediada em Saint Louis (Missouri, EUA), desde seu envolvimento no Projeto Manhattan, que deu origem à bomba atômica, passando pelo agente laranja, desfolhante utilizado na Guerra do Vietnã, até os dias atuais, em que apresenta seus OGMs (Organismos Geneticamente Modificados) como arma no combate à fome mundial.
A marca registrada Monsanto é produzida na Bélgica, embora já haja em vários países do mundo, inclusive no Brasil chegou em 1963, já fez  50 (cinquenta anos) no mercado brasileiro. É uma multinacional americana, fundada em 1901, trabalha com química, empresa de agricultura para produzir alimentos saudáveis aos seres humanos. E reduzir os impactos com o meio ambiente. É líder mundial em tecnologia.
Seu carro chefe é o pro…

NOVO ESTUDO DA NASA PODE CORROBORAR HISTÓRIA SOBRE O PLANETA NIBIRU.

No início do século XX, foram encontradas, na lendária biblioteca de Nínive, cujo nome significa «bela», fica situada na margem ocidental do rio Tigre e foi a capital da Assíria (atual Iraque) 20 mil placas de argila (material usado para escrita na época), com textos em escrita cuneiforme – muitos deles bilingues, em sumério e acádico – sobre o mundo natural, geografia, matemática, astrologia e medicina; manuais de exorcismo e de augúrios; códigos de leis; relatos de aventuras e textos religiosos. Dentre os relatos haviam textos contendo a história da criação da humanidade, bem como a existência de um planeta extra-solar (NIBIRU) que teria se desprendido do nosso sistema e que seria o planeta de origem dos criadores da humanidade os, ANUNNAKI.


Muitos acharam que tratavam-se de lendas ou contos mitológicos, mas para o autor de O 12º PLANETA, Zecharia Sitchin, eram relatos verdadeiros da história humana e recentemente a NASA acendeu uma nova luz para o que pode tratar-se de um fato verda…

Aumento do número de erupções vulcânicas

Erupção vulcânica
Origem:Wikipédia


Erupção vulcânica é um fenômeno da natureza, geralmente associado à extravasação do magma de regiões profundas da Terra na superfície do planeta. As camadas de rochas formadas por erupções magmáticas são chamadas de "derrames", pois a rocha se espalha e solidifica-se na superfície do globo. A lava arrefecida gera normalmente um óptimo solo para plantação.


Incrível aumento do número de erupções vulcânicas
Estima-se que existam atualmente 1.500 vulcões ativos no mundo, 550 em terra e o restante no oceano. Algumas regiões do planeta estão sendo monitoradas continuamente em relação à atividade vulcânica, como Alasca, Islândia, Indonésia, Equador, Japão, Itália e, mais recentemente, México. Na Itália há cinco vulcões “preocupantes”; no Japão, são 86… E o número de erupções no mundo vem aumentando já há tempos.
A título de ilustração, observe-se o gráfico abaixo (extraído da página Volcano), que mostra o registro de erupções conhecidas do vulcão Mera…

Alimento: O Último Segredo Exposto

Alex Jones, mostra neste documentário bem esclarecedor o que estão fazendo com os nossos alimentos. Jones expõe esse terrível segredo que está bem diante de nossos olhos, ou mais perto do que gostaríamos, pois isso não acontece somente nos Estados Unidos, aqui mesmo no Brasil, pesticidas proibidos em outros países são utilizados em nossas plantações e alimentos dietéticos e lights, possuem químicos e substancias sintéticas bem mais perigosas que o aspartame.
Glutamato Monossódico é um aditivo usado em vários alimentos industrializados, um sal sódico, o sabor dele é o do Ajinomoto. Puro GMS (ou em inglês conhecido por MSG). Está presente em quase todos os produtos (biscoitos, enfim, tudo que é crocante, etc.) é um realçador do sabor. Pesquisas indicam que é uma das principais substancias relacionadas como fator causador de câncer, obesidade e diabetes.
Em um estudo recente o INCA (Instituto Nacional de Câncer) já declarou “O câncer é hoje uma das principais preocupações da agenda glob…

O SEGREDO DAS SETE IRMÃS, A VERGONHOSA HISTÓRIA DO PETRÓLEO 2011

"A incrível história do pacto secreto que deu origem ao controle oligopólio no mundo do fornecimento de petróleo bruto. Em 27 de agosto de 1928, magnatas de petróleo de todo mundo reuniram-se em segredo para formar uma aliança para evitar o confronto e a divisão. O Acordo Achnacarry (Escócia) marcou a criação de um cartel internacional do petróleo, cujos membros se reservavam o direito de partilhar o mercado de petróleo e fixar os preços como quisessem. O contrato entre as "sete irmãs ", como eram conhecidas as gigantes do petróleo ,e tornaram essas empresas as mestres do mundo moderno. Esta série retrata um século de história do petróleo à luz deste acordo secreto. Reconstruções, arquivos, entrevistas com os protagonistas e especialistas que contribuíram para uma viagem itinerante através do mapa do petróleo bruto, o que revela o roubo extraordinário e gigantesco cometido por uns poucos magnatas sem escrúpulos."
VEJAM OS EPISÓDIOS
1 - TEMPESTADES E FORTUNAS DO DESER…

A carta de Nikola Tesla - Teria ele e outros cinetistas famosos recebido inspiração de outros mundos?

Não é segredo que várias invenções de Nikola Tesla foram atribuídas a outros ‘inventores’, dentre elas o rádio e a primeira máquina capaz de captar sinais extraterrestres. O FBI confiscou os documentos de Tesla, inclusive numerosas invenções que eram muito avançadas para a época, possivelmente tecnologia secreta, inclusive uma versão do famoso transmissor sem fio que podia enviar sinais de rádio focados em pontos distantes de nosso sistema solar. Embora a engenhosidade de Tesla seja indiscutível, algumas pessoas questionam se a sua mente delirava.

A verdade é que, por toda a sua vida, Tesla estava interessado no desenvolvimento de tecnologias para contactar outras inteligências, ele acreditava que tinha detectado um sinal alienígena, em pelo menos uma ocasião.

Desde 1896, Tesla acreditava que uma versão de seu famoso transmissor sem fio poderia ser utilizado para contactar seres em outros mundos. No verão de 1899, enquanto trabalhava em seu laboratório em Colorado Springs (EUA), Tesla …